Watson

Junho 18, 2007 at 6:35 pm 5 comentários

Watson, faz hoje 3 anos que nos deixaste. Tinhas mau hálito, eras teimoso, mas adivinhavas o nosso estado de espírito só de olhares para nós. Gostavas de brincar com os humanos da tua matilha, e, quando levavas um raspanete injustamente, resmungavas literalmente entre dentes, o que deixava sempre toda a gente espantada, porque era sempre tão divertido ouvir-te resmungar.
Ainda pensamos em ti, canito.

Il y a 3 ans que nous a quitté, Watson. Tu avais mauvaise haleine, tu étais têtu, mais tu devinais nos états d’âme juste par un regard. Tu aimais jouer avec tes humains et quand on te grondait injustement, tu grommelais véritablement, ce qui laissait tout le monde etonné, parce que c’était toujours si drôle de t’écouter.
On pense toujours à toi, zouzou.

You left us 3 years ago, today, Watson. You had a true dog’s breath, you were pig headed, but you guessed our mood just by looking at us. You loved playing with your humans and when we admonished you injustly, you would mutter literally in your breath, which always left everyone astonished, because it was so funny hearing you.
We still think about you, doggie.

Entry filed under: family. Tags: .

A “causa” da tendinite – What “caused” my tendinitis – Ce qui a “provoqué” ma tendinite Surpresa – Surprise

5 comentários Add your own

  • 1. cristina  |  Junho 18, 2007 às 9:11 pm

    é engraçado como nós nos afeiçoamos aos animais, e como eles sabem.
    A big hello from South Africa:) (mas sou 100% Portuguesa)

    Responder
  • 2. xana  |  Junho 18, 2007 às 11:43 pm

    We who choose to surround ourselves
    with lives even more temporary than our
    own, live within a fragile circle;
    easily and often breached.
    Unable to accept its awful gaps,
    we would still live no other way.
    We cherish memory as the only
    certain immortality, never fully
    understanding the neccesary plan….

    — Irving Townsend —

    Responder
  • 3. camille66  |  Junho 19, 2007 às 7:34 am

    Trop craquant Watson
    C’est toujours difficile de perdre son compagnon
    Bizzz

    Responder
  • 4. Mamã Martinho  |  Junho 19, 2007 às 9:45 am

    Os animais têm esse poder sobre nós, o de nos deixarem completamente afeiçoadas a eles!

    Bjs

    Mónica

    Responder
  • 5. Flo  |  Junho 19, 2007 às 5:12 pm

    Il avait vraiment une bonne tête ton Watson. Je sais combien il est dur de perdre unanimal de compagnie auxquel on était très attaché.
    Quel dommage qu’ils vivent si peu d’années😦

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Junho 2007
M T W T F S S
« Maio   Jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Feeds

Flickr Photos

Branquinha III

Mais fotos

%d bloggers like this: