A minha prima Guida, os barbotes e o tricô – My cousin Guida, bobbles and knitting – Ma cousine Guida, les noppes et le tricot

Maio 24, 2007 at 6:04 pm 2 comentários

Como já mencionei, num post anterior, a minha prima Guida foi uma tricotadeira profissional, no sentido em que o seu tricô era o seu ganha-pão. Foi pelas suas mãos que vi serem tricotadas as mais belas peças, sempre com muito carinho. Foi graças a ela que tenho um livro que considero uma preciosidade. E também foi graças a ela que, há muitos anos, tricotei os meus primeiros barbotes. Quem me dera ter aprendido muito mais. Felizmente, posso sempre pedir conselhos à sua filha, a minha querida primos Margarida-chefe.

As I mentioned, in a previous post, my cousin Guida was a true professional knitter, since she knitted for a living. It was through her hands that I saw the most beautipul knits being caringly knitted. Thanks to her, I owe a knitting book that I consider a precious treasure.  And, also, thanks to her, I learned, many years ago, to knit bobbles. How I wish I had learned a lot more. Thankfully, I can always ask for some advices to her daughter, my dear cousin Margarida-the-boss.

Comme j’ai mentioné, dans un billet precedent, ma cousine Guida était une vraie tricoteuse profissionelle, dans la mesure que son gagne-pain était son tricot. Ce fût dans ses mains que j’ai vu naître les plus beaux tricots. Ce fût grâce à elle que je possède un livre que je considère un vrai trésor. Et ce fût, aussi, grâce à elle, que j’ai appris, il y a longtemps, à tricoter des noppes. Comme j’aimerais avoir appris beaucoup plus. Heureusement, je peux toujours demander des conseils à sa fille, ma chère cousine Margarida-the-boss, soubriquet de famille.

Entry filed under: family, geral, knitting, tricot, vintage. Tags: .

Rendas e fios de Verão – Dentelles et fils d’Été – Summer and lace knits Ondas beijadas – Kissed waves – Vagues embrassées

2 comentários Add your own

  • 1. Tany  |  Maio 25, 2007 às 1:29 am

    É fantástico ter os melhores como professores. As bases que tens desde criança são um bem muito precioso. Também tive uma senhora (minha vizinha) que me ensinou a costurar, tinha eu cerca de 11-12 anos e recordo-a sempre com muito carinho.

    Responder
  • 2. Mamã Martinho  |  Maio 25, 2007 às 11:51 am

    O pouco que sabia de tricot antes de retomat foi-me ensinado pela minha mãe, mas sei que tive uma tia (que infelizemnete nunca conheci), que era uma aficionada pelo tricot. Talvez dai tenha vindo esta minha paixão. Tenho pena de nunca ter podido ter os seus ensinamentos que sei que seriam muito úteis.

    Bjs

    Mónica

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Maio 2007
M T W T F S S
    Jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Feeds

Flickr Photos

Branquinha III

Mais fotos

%d bloggers like this: